Amadorismo e delírios conspiratórios marcam primeiros passos da política externa de Bolsonaro

Amadorismo e delírios conspiratórios marcam primeiros passos da política externa de Bolsonaro

Quando Trump ligou para parabenizar Bolsonaro pela eleição, não havia nenhum integrante da campanha preparado para traduzir a conversa. O filho de um empresário amigo do presidente eleito foi escalado para a missão.

https://theintercept.com/2018/11/11/amadorismo-e-delirios-conspiratorios-marcam-primeiros-passos-da-politica-externa-de-bolsonaro/